Quarta-feira, 30.07.08

Há muito, muito tempo resolvi trazer aqui para o womenage esta pergunta retórica que sempre me pareceu ter resposta evidente, sendo esta, claro,  a célebre tirada do outro quando apontava para o quadro. Tinha-me esquecido que dia de mamografia é dia de renegar todas as minhas convicções sobre o tema. Quando a senhora que me fazia o servicinho (senhora? torcionária, torcionária) me tentava distrair, contando-me que havia mamas que nem cabiam na plaquita onde é suposto "radiarem-nos", só lhe consegui dizer,  de lágrimas nos olhos, provocadas pela dor do apertão,"Que inveja, ao menos essas têm o que apertar, não devem ter esta sensação de nos estarem a apertar e a sugar a alma".

 

P.S. - A quarentena tem muita graça mas tem estas partes gagas, de mamografias periódicas e o raio, que são deveras aborrecidas.




36 comentários:
De Maria Velho a 30 de Julho de 2008 às 14:50
Shy Linda! a dor , o sufoco, a sensação que nos sugam a nossa essência também acontece às que têm big ones...aliás o facto de serem grandes fazem-nas serem mais "opacas" e as "fotografias" e os amassos são repetidos imensas vezes :( mas , acredite, é um mal menor, ou melhor, é um bem maior existirem e serem feitas periodicamente.
Desculpe lá o comentário, tipo conversa fiada, mas esse estafermo de aparelho já ajudou( e ajuda!) a salvar muitas vidas!
Kisses


De Maria Velho a 30 de Julho de 2008 às 14:50
Shy Linda! a dor , o sufoco, a sensação que nos sugam a nossa essência também acontece às que têm big ones...aliás o facto de serem grandes fazem-nas serem mais "opacas" e as "fotografias" e os amassos são repetidos imensas vezes :( mas , acredite, é um mal menor, ou melhor, é um bem maior existirem e serem feitas periodicamente.
Desculpe lá o comentário, tipo conversa fiada, mas esse estafermo de aparelho já ajudou( e ajuda!) a salvar muitas vidas!
Kisses


De Maria Velho a 30 de Julho de 2008 às 14:52
eu queria ser simpática...mas , bolas! duas vezes? tá estou com força no dedito que carrega no publicar


De FuckItAll a 30 de Julho de 2008 às 14:59
Repetidamente simpática, Maria. (ia apagar, mas agora vou deixar, para que a simpatia fique devidamente enfatizada)


De Maria Velho a 30 de Julho de 2008 às 15:07
oh!!!! até fiquei ruborizada...
como se diz cá por casa: sou uma panhonha( não me pergunte o que é, qual a origem etimológica...!) mas é usada quando queremos dizer uns aos outros que um /uma de nós é pouco/a pragmático/a


De FuckItAll a 30 de Julho de 2008 às 15:46
Se fosse para ruborizar eu tinha um comentário muito melhor, mas guardei-o para mim, porque detesto ser impertinente. Estão aí os meus co-bloggers que me conhecem há anos e sabem isso muito bem.


De Shyznogud a 30 de Julho de 2008 às 17:56
um docinho, és um docinho..


De no baile da d. ester a 30 de Julho de 2008 às 15:21
se quiseres dou-te um bocado das minhas.

ainda não cheguei à tua provecta idade mas já tive de fazer esse número. Garanto-te que a sensação de humilhação e de animalidade, no pior sentido possível, estava toda lá. Saí do consultório lavada em lágrimas e desespero, e não pelo resultado da mesma.

E se os homens tivessem de fazer o mesmo aos testículos? Só para saberem o que significa. Já que não têm periodo podiam ao menos ter de fazer a testiculografia periodica. (sim, ok, vive uma feminista sádica dentro de mim, ao pé dos deuses com quem falo de vez em quando, mas não digam nada à Ana)


De Jonas a 30 de Julho de 2008 às 15:32
Deixa lá, podes sempre contar com que venhamos a fazer o exame à próstata. E o mito diz que é bera (ou pelo menos há a quem não lhe agrade a ideia).


De no baile da d. ester a 30 de Julho de 2008 às 16:03
achas que isso é bera?

Nós temos de fazer o papanicolau de dois em dois anos. para o caso de ainda não o teres visualizado, consiste em abrir bem as pernas, enfiarem-te um bico de pato (de metal o plástico), uma espécie de macaco para mudar pneus, pela vagina. Rodam o torniquete para te abrirem bem as partes e rasparem o fundo com o cotonete gigante. Fecham o torniquete, tiram o bico do bicho e mandam-te fechar as pernas como se nada fosse.

De vez em quando têm de fazer o toque, para isso enfiam-te a manápula lá para dentro e enquanto fincam dois dedos no colo do útero apalpam-te os ovários.

Isto tudo fazem-te apartir do momento em que tens vida sexual activa e até quinar, a não ser que fiques sem útero e ovários entretanto.

Somos umas estóicas é o que é, que nunca nos queixamos disto. Os gajos é que é logo ah que horror, enfiarem-me um dedo pelo cu... Maricas!

(Percebes agora a feminista sádica?)


De FuckItAll a 30 de Julho de 2008 às 16:06
Bom, diz que nem todos acham isso mau.


De Shyznogud a 30 de Julho de 2008 às 17:58
credo, mulher, se te sai isto da boca depois de acordares contente por teres andado na marmelada com o outro em sonhos, imagino o q seria se tivesses acordado em dia não.

(não tens é perdão por me teres roubado a réplica q ia dar ao Jonas, a saber " Os gajos é que é logo ah que horror, enfiarem-me um dedo pelo cu...")


De no baile da d. ester a 31 de Julho de 2008 às 17:37
nem escrevi com maus modos, tenho é mau feitio por baixo da cara de santa. acho mesmo que a nossa endurance é underrated por nós e por consequencia pelos outros, estava a puxar dos galões.


De Jonas a 30 de Julho de 2008 às 18:32
Obrigado, obrigado... estava a precisar de um reality check. Vou pensar nisso (mas não de uma forma marada) daqui a 13 anitos quando vier o Dr de dedo em riste.


De Shyznogud a 30 de Julho de 2008 às 18:48
Valoriza o esforço que estou a fazer para não me fugir o pé para o chinelo. Ah! Entretanto, enqto valorizas e não valorizas, podes sempre ir ler o "Portugueses e Portuguesas" de uma das múltiplas da vizinhança:
http://oitoecoisa.blogspot.com/2008/07/portuguesas-e-portugueses.html


De Jonas a 30 de Julho de 2008 às 20:09
O "obrigado" foi sincero, tinha uma visão mais romanceada da coisa, sei lá... daquelas consultas em que dão uma chupa-chupa no fim... deixa o chinelo estar.

Acho é que dedos, ou o que for, espetados na gente por um médico há-de ser tendencialmente uma situação merdosa...


De Jonas a 30 de Julho de 2008 às 20:10
Ah! Já tinha lido o tug@s...


De FuckItAll a 30 de Julho de 2008 às 15:47
Só agora caí em mim: dás-lhe um bocado das tuas??


De no baile da d. ester a 30 de Julho de 2008 às 15:55
era para ficar mais composta da próxima vez que lá fosse. (ela começou o post retratando-se da soberba da mama pequena, estava a consolá-la. queres um bocado tu também?)


De FuckItAll a 30 de Julho de 2008 às 15:59
Afastem-se de mim, todos, ok? Vocês são esquisitos, até para os meus rarefeitos padrões.
(já sei que precisava, mas era dado por deus nosso sinhor, não pela sinhora dona ester, não desfazendo)


De Shyznogud a 30 de Julho de 2008 às 17:59
Fica registado o teu enorme altruísmo. I'm touched mas durante um ano não volto a invejar-te as mamas, pronto.


De FuckItAll a 30 de Julho de 2008 às 19:28
"I'm touched" hoje é understatement, não é?


De Shyznogud a 30 de Julho de 2008 às 19:43
Indeed, aliás, acho que faz sentido dizer "I'm overtouched!" (uma estreia, nunca tinha dito isto na vida).


De jorge c. a 30 de Julho de 2008 às 15:37
Oh pá! Este post é horrível!


De FuckItAll a 30 de Julho de 2008 às 15:45
Eu também detesto quando insistem em medicalizar as coisas com que costumo divertir-me. Mas às vezes é preciso.


De jorge c. a 30 de Julho de 2008 às 15:50
A dor é horrível. Essa então, deve ser de outro mundo.


De Shyznogud a 30 de Julho de 2008 às 18:00
sim, sim, é horrível... detesto médicos e as maldades q nos fazem, pronto, estou amuada.


De FuckItAll a 30 de Julho de 2008 às 19:52
Sabes, não podes portar-te como uma irmã mais nova com todos os médicos...


De mamemimomu a 31 de Julho de 2008 às 11:47
Tens o direito de estar amuada , tens o direito de fazeres o que quiseres!
Pode ser indicado o fazer esse exame a partir de determinada idade , MAS NÃO È OBRIGATÓRIO !!!!!!

Está na consciência de cada um , e está na atitude que cada um tem na sua vida , eu pessoal o afirmo , que se algum dia o medico que me segue me manda fazer tal exame perguntarei , : Tem suspeita concreta para eu ter que fazer esse exame?

Se não tiver e for simples rotina não o farei , trabalho na area da saude , sei os antecedentes da minha familia , ate onde foi possivel , e não o farei , prefiro aceitar aquilo que acontecer e detectar quando tiver sintomas , ora vou agora andar a submeter-me a um exame que me causa sofrimento que manipula artificialmente e rudemente orgãos que normalmente não são submetidos a isso , quem me garante que esse exame nao me vai provocar algum inicio de algo ?

Faço exames , quando necessitar , quanto a vacinas , penso de outra forma


De Shyznogud a 31 de Julho de 2008 às 11:55
Agora falando a sério e deixando-me de mariquices (as mamas doridas condicionavam-me os neurónios ontem): naturalmente que não é obrigatório mas fazê-lo tem o seu quê de bom senso a partir de certa idade. No meu caso em particular que tenho uma puta de uma carga genética em matéria de doenças oncológicas (vá lá que nenhuma história familiar de doença mamária) e que já apanhei um belo de um susto qdo, não há muito tempo, encontrei, no tradicional exame da auto-palpação, uns carocitos que me fizeram ter um arrepio na espinha e andar uns dias, até saber o resultado dos exames, com o coração na boca. É uma daquelas tensões que não desejo a ninguém.


De mamemimomu a 31 de Julho de 2008 às 16:21
Tal como eu expressei , tinhas, e tens ,razões para estar num grupo de risco

Mas , diz-me uma coisa : Achas que lucraste alguma coisa em teres sofrido por antecipação? Não tinhas passado melhor se pensasses , se aparecer alguma coisa farei por me tratar e logo se verá o andamento?


De mamemimomu a 31 de Julho de 2008 às 11:40
ATENÇAO ::::::

OS HOMENS TAMBEM podem ser vitimas de cancro de mama , mas como normalmente são detectados muito mais avançados , a taxa de sucesso no tratamento é menor


De cristã a 31 de Julho de 2008 às 12:35
E não será que nos homens os problemas são detectados mais tarde precisamente porque não fazem mamografias?


De FuckItAll a 31 de Julho de 2008 às 13:06
E porque a hipótese não é posta a tempo. E porque, como não têm mama por onde "o bicho" brincar aquilo passa logo para os outros orgãos, os importantes, que estão na vizinhança.


De cristã a 31 de Julho de 2008 às 14:01
O que eu queria dizer à mamemimomu dando o exemplo dos homens - claro que não têm como fazer mamografias mas, imagino, poderão fazer ecografias mamárias, por exemplo) é que a mamografia de rotina é fundamental até porque os sintomas de que a mamemi fala nem sempre se fazem notar a tempo.


De mamemimomu a 31 de Julho de 2008 às 16:14
Nem rastreio pessoal fazem ,e se notam algum sintoma ignoram , por isso são detectados tardiamente


Comentar post