Sexta-feira, 22.02.08

"Eu reclamo de muitas coisas, mas é porque gosto de reclamar; é por excesso de vitalidade, e não por anemia d'alma. Estenderei agora meu indicador solene e apontarei com desdém um defeito de muitos escritores, a falta daquilo que Chesterton chamava de "a fierce pleasure in things being themselves": meu Deus, algo simples, como gostar de que a praia seja praia e o céu céu. Tolstói sentia esse fierce pleasure aí, e não achava pouco artístico descrever isso: não me lembro de outro escritor que passasse tanto tempo descrevendo o prazer de estar dentro de um corpo jovem e saudável e forte, capaz de levantar pesos e cavalgar e dançar bem."