Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008


"Elas chamavam-lhe Milena. Elas, porque a militância feminista em Portugal tem sido um exclusivo das mulheres. Madalena Freire de Avelar Barbosa, o seu nome verdadeiro, mudou a sua vida, fez do activismo profissão e da igualdade a maior causa. Morreu ontem, a semanas de fazer 66 anos, com um cancro.". Começa assim o obituário de Madalena Barbosa que Sofia Branco escreve no Público de hoje (podem ler o resto no "baú" para onde o transcrevi).


Shyznogud às 08:59

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres