Segunda-feira, 22.12.08

 

Tenho a ligeira sensação que há gente a levar demasiado à letra a porção "carnais" da expressão "desejos carnais". Façam lá o favor de clicar na imagem e depois digam(-me) coisas.




 

Este post podia-se chamar "lição de Português", e até podia ser ilustrado com aquela música do Madi e tudo (aquela cujo refrão diz algo como "love, tumensináste éamar, éacarinhar, canta comigo amor,  love, sieumenganár nas silabás, vámos récomeçár"). Não a coloco porque ando com problemas em arranjar um hosting como deve de ser. O lifelogger está inactivo e ainda não arranjei substituto (sugestões aceitam-se). Portanto, fica o bolo-rei sem frutas. Se entretanto a coisa se resolver, colocarei a dita.

Posto isto (ups, não era trocadilho), posto o mais recente email que recebi, que nos obriga ao curioso exercício de ter que ler o inglês para perceber o português. O discurso é muito interessante. Portanto, e citando, um "Bom Festival" a todos. E podem-nos "contactar livremente", seja em "cada integração" ou não.