Domingo, 31.08.08

 

Depois de uma pausa estival os Caminhos da Memória regressam em força esta noite e prometem muitos e bons posts.




O Mouro encanta-nos e faz-nos viajar com os seus postais e eu, nogud que sou, venho descarregar fel. Que porra, não há uma %$/#%/ de uma oficina aberta na zona de Albufeira ao domingo?? A porcaria da correia do alternador ou o raio que o parta fez-me ficar presa por estas bandas até amanhã e, pior, faltar ao aniversário da minha mãe :-(.




"Esta é a mãe de todas as tempestades", a "tempestade do século", a "pior tempestade que se possa imaginar", disse o "mayor" de Nova Orleães ao povo. E, finalmente, a suprema frase tranquilizadora: "Devem estar apavorados, devem estar preocupados, e devem pôr-se a andar de Nova Orleães imediatamente". Aqui está um autarca sem medo das palavras.




 

Comecemos por um rosé, para aperitivo. A mais recente inovação dos criativos vinícolas portugueses, depois do "Sexy", do "Amo-te" e do "Rica Pinga", é isto que V. Exªs têm acima: o "Ping'amor". "Complete esta paixão", diz a caixa, o que traduzido para português quer dizer "leva lá a porra da caixa, ó caralho". Penso que também há nas versões branco e tinto. Mas o rosé, oh o rosé...

Pelo que vejo aqui, parece que, afinal, não é novidade nenhuma, foi lançado por ocasião do S. Valentim do ano passado. Estou, portanto, um bocadinho atrasado. Who cares?

Reparei, aliás, que este Verão foi pródigo em vinhos rosé. Os portugueses desabituam-se de produzir e beber vinho e preferem coisas leves, frescas e pouco alcoólicas, tudo light, tudo jovem, tudo ligeiro, tudo rosado. O Célebre Mateus deixa sucessores. Este é apenas mais um do extenso rol que já contaminou adegas alentejanas. Da Casa Agrícola Paciência, algures em Alpiarça. O mote, que se pode ler no rótulo, diz que "o amor é assim... sabe bem e não pesa no estômago". Porra, pensei eu ao ler isto, no estômago? posso pensar em meia dúzia de sítios onde possa pesar, agora no estômago nunca me lembrei, de facto. Mas pronto, quando se trata de vender palhete em pleno Verão, vale tudo.