Domingo, 03.08.08

No meio da confusão que está a dominar o Primeiro de Janeiro o blog a ler é o Esgravatar, onde escreve Filinto Melo, um dos jornalistas da casa.

 

Podem começar a ler as reflexões dele sobre a situação apartir deste post:

 

"Enganados, espezinhados, tratados como lixo e como descartáveis numa estratégia cada vez mais clara de ganhar dinheiro sem olhar ao cumprimento da lei, é assim que se sentem os jornalistas de O Primeiro de Janeiro, ilegalmente despedidos na passada quinta-feira, com dois meses de salários em atraso.(...)"

 







Olhem, nem sei, uma maravilha. Descobri isto ali ao lado, graças ao Luís Rainha, e achei que merecia ser postado só por si próprio. Entretanto, o rebel deu alma a este filme, espreitem a história dele.