Terça-feira, 08.07.08

"O Vaticano reagiu esta terça-feira, em comunicado, com tristeza à adopção pela Igreja de Inglaterra (anglicana) da ordenação de mulheres bispos, sublinhando que esta constituirá «um novo obstáculo para a reconciliação» entre as duas Igrejas."

 

Como estive em regime de quase clausura o dia inteiro só agora descobri esta notícia, através do Miguel Silva, que a acompanha de uns muito pertinentes comentários.

 

Clube do Bolinha por Clube do Bolinha há uns bem mais divertidos.

 

 




...em forma de etiqueta de t-shirt

 

Muito pertinente em especial quando vestida.




 

Como dizia a Dª Ester, "Deus não dorme". Pois não, é há maldades que não podem passar impunes.




Há coisas a fazer, espreitem este post do Spectrum:

A EDP pretende pôr os cidadãos comuns, bons e regulares pagadores, a pagar as dívidas acumuladas por caloteiros clientes da EDP, num total de 12 milhões de euros e, para o efeito, a entidade reguladora está a fazer uma consulta pública que encerra em meados de Julho. Em função dos resultados desta consulta será tomada uma decisão.

 




1. "Sex isn't necessarily binary. It isn't even necessarily zero-sum."

 

2. "Ultimately every culture decides what it is willing to accept but for some the boundaries of gender are considered sacrosanct. With his beard and bio baby, Beatie represents the unknown."

 

3. "There's no way to opt out of the medical march even if we wanted to. But what made Beatie tabloid fodder is that in a he/she world of opposite pronouns and sexes, he represents the trans in gender, the mind-spinning possibility that gender is not either/or but both/and."

 


 



 

(post com dupla personalidade)







 

Adenda: sou tão parva, só depois me lembrei que vou apanhar com um "Balcãs? O que eu quero é gajas!"




... e não começar o dia bloguento com um blog que é uma depressão, mas alguma vez afirmei  que era uma pessoa razoável?

 

Espreitem o S.O.S. Lisboa e deprimam! (cheguei a ele através do Miguel Marujo)




Reparai nas proporções de voto, que não deixa de ter piada.