Domingo, 15.06.08

 

“A memória, onde cresce a história, que por sua vez a alimenta, procura salvar o passado para servir o presente e o futuro. Devemos trabalhar de forma a que a memória colectiva sirva para a libertação e não para a servidão dos homens.”

Esta frase de Jacques Le Goff parece-me apropriada para apresentar o blog que hoje se inicia e que, tenho a certeza, vai proporcionar momentos de muito prazer e reflexão a quem o ler. Para além de bloggers “batidos”, como a Joana Lopes, o Rui Bebiano, o Miguel Cardina , o José Medeiros Ferreira e Raimundo Narciso, vai ainda contar, como autores ou colaboradores, com Diana Andringa, Irene Pimentel, Maria Manuela Cruzeiro, Saldanha Sanches, Vera Jardim e Nuno Brederode Santos.

Seja, pois, muito bem vindo o Caminhos da Memória, um blog que, no dizer dos seus autores, procurará «dar voz a diferentes formas de lembrar, de evocar e de interpretar o passado, recorrendo a leituras contemporâneas da história e da memória».

 

(em stereo)




Alguém tem um scanner à mão de semear? A cronologia biográfica de Marx que hoje o Público apresenta merece ficar registada para a posteridade. Nostradamus ao pé do célebre alemão é um menino de coro das previsões. Não acreditam? Confirmem na página 18 do P2 de hoje.

 

Adenda (Obrigada Joana):

 

 

1871 é o ano interessante.







"Em jeito de confidência, o até agora líder parlamentar dos sociais-democratas revela que o que gostaria mesmo era de ser condecorado. "Como para as autarquias já dei, agora vou esperar até ao próximo 10 de Junho para ver se também vou ser condecorado", afirmou, numa óbvia alusão ao facto de este ano o Presidente da República, Cavaco Silva, ter distinguido o ex-líder do PSD, Luís Marques Mendes, com a Grã-Cruz do Infante." (Público, p.8)