Segunda-feira, 02.06.08

 

Juntar os rabiscos do pastorinho aos deliciosos contos de Max Aub só pode dar boa coisa.

 

Relembro uns quantos desses contos que, há uns meses, resolvi trazer para o womenage.




Não sei como mas a minha estreia no Rock in Rio superou as expectativas mais pessimistas que me acompanhavam. Aquilo não é mau, é tenebrosamente mau. "Tirem-me deste filme" era só o que me apetecia clamar quando por lá me encontrava. Como rapariga sensível que sou fui acometida de uma estranha ligação psico-somática e aquilo que estava a vivenciar (que palavrinha tão parola, esta) degenerou numa poderosa e épica dor de barriga... e dispenso-me a mais comentários para não transformar este post em algo ainda mais escatológico.

 

P.S. - Quanto tempo demorarei a recuperar da audição dos Tokyo Hotel? Eu nem sabia quem as criaturas eram até ontem e a ignorância pode ser um estado tão agradável.




Uhh! Dreadful question não fosse o contexto inofensivo. Enfim, gosto tanto de crianças como de 'pessoas', de umas sim e de outras nem por isso.