Quinta-feira, 20.03.08

Por causa disto, acabei por cair de pára-quedas na página do Expresso. Eis, então, que dei de caras com um "exclusivo Expresso": a apresentadora Solange, do programa Curto-Circuito, confessa-se homossexual. Ainda me supreendo com o facto de coisas destas serem notícia. Não deveriam ser, mas são. Um "rabete" ou uma "fufa" recém-descoberta no meio das figuras públicas faz sempre manchete. Quando é um ele, as pessoas vêm dizer que "sempre acharam que ele tinha um piquinho". Quando é uma ela, bom, "por acaso ela até que sempre teve assim ar de mulher-homem".

Já me estou a desviar. Afinal, vinha aqui chamar a atenção não da peça em si, mas da caixa de comentários. Boa parte de quem opina diz que "respeita", mas que ela não tinha nada que vir falar disso. Ou seja, como sempre constatei no dia-a-dia, a maior parte das pessoas mostra uma tolerância falsa: seja lá homossexual quem quiser, desde que não o mostre. Porque debaixo dos panos, pode fazer-se o que se quiser, mas na rua, haja respeitinho.

The best: "D.Solange, compreendo o seu drama, ve-se que é corajosa, mas não vejo com bons olhos a dita. É pena que uma mulher bonita como você, não exista para amar e ser amada exclusivamente para, e, por um homem!". Moral da história: só deviam ser lésbicas os coirões e os camafeus. As outras são mal-empregadas. E este país já tem tanto desperdício...




La crucifixion, c'est mauvais pour la santé.








(clicando na imagem têm acesso directo ao site da Magum In Motion onde podem ver os 4 episódios)

Magnum In Motion begins a new format, a series of four essays in which photographers' imagery, experiences, and commentary come together to explore a given theme.

"WARS," the inaugural series will launch on the Magnum In Motion home page on March 19, five years after the war in Iraq began. It will be published in Slate in four episodes.

Our point of departure was a quote extracted from Magnum photographer Philip Jones Griffiths' 2006 interview conducted in London by Magnum In Motion. The British photographer and author of the book Vietnam Inc. (1971) said with tongue in cheek, "Photographers are either mud people or sand people. I'm a mud person." Three photographers covering conflicts today were asked to react to this quote in light of their own experiences documenting wars.


in Slate