Sexta-feira, 15.02.08

Sorria! Respire! Está em Rabal!

 

Dito em voz alta ainda é melhor. (foto: C.C.)


sinto-me: em Rabal


Bork, bork, bork!

 

A foo veeks egu I fuoond oooot thet Guugle-a ooffffers zee pusseebility tu use-a zee 'lungooege' ooff zee femuoos Svedeesh Cheff frum Zee Mooppets. Thees oopens a brefe-a noo vulrd ooff pusseebilities! Here-a I leefe-a my humege-a tu thet cherecter vhu mede-a (mekes) genereshuns loogh.


sinto-me: Bork Bork Bork!


Não desmerecendo a qualidade do trabalho do puto da baleia aqui da casa, o melhor "postal" de S. Valentim que encontrei na net foi publicado pelo Lutz, "No dia de S. Valentim...traz outra amiga também."



... diz o Tomás Vasques (desculpe-me o roubo descarado, foi irresistível), e eu subscrevo, a propósito deste anúncio.






Sempre receei que tal acontecesse, daí a relutância em abandonar esta identidade. Coitada da senhora (e não estou a referir-me à leitora de blogs de que fala a Joana).



Encontrado no Arrastão, que também refere outra história sobre prepotência policial de que me apetece falar, juntando-a a outras coisas...Fica pendente até amanhã.